domingo, maio 08, 2005

MAPA COR DE ROSA | ORDEM DOS ARQUITECTOS

Os procedimentos da Ordem dos Arquitectos consistem neste momento em distinguir os cursos de Arquitectura Nacionais que foram aprovados em portaria pelo Ministério da Educação, entre reconhecidos e acreditados e obrigar os candidatos dos cursos reconhecidos a realizar uma prova de admissão .
Um dos princípios fundamentais do sistema jurídico português é o princípio da igualdade previsto no artigo 13.º da Constituição da República Portuguesa (CRP), cujo n.º 1 dispõe que "Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei"; e o n.º 2 que "Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual".

Comments on "MAPA COR DE ROSA | ORDEM DOS ARQUITECTOS"

 

Anonymous *´¨) said ... (domingo, 08 maio, 2005) : 

Torna-se incompreensivel como é que a Universidade Lusiada de Lisboa passa de um curso acreditado para um curso reconhecido........
INEXPLICAVEL NÃO?
Não seria precisamente o oposto, deveria melhorar o curso, mas aos olhos da ordem parece que está a piorar , que grande salganhada!!!

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` * Nitah *

 

Anonymous Anónimo said ... (terça-feira, 10 maio, 2005) : 

"Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei";

teoricamente sim, mas parece que a Ordem dos arquitectos tem uma lei própria, tipo populista bairrista e saloista, resumindo a OA n percebe nada de leis, dá com cada furo, AI JASUS!!!!

Quando forem a tribunal até vão comer e xorar por mais

Força PS, socrates desbucratiza ai os tribunais please, pa ser mais rápido!

 

Anonymous candido said ... (terça-feira, 10 maio, 2005) : 

Inexplicavel, enfim uma boa forma de exturquir dinheiro às pessoas, ainda por cima vivemos num pais miseravel.
ganda lata
Já agora alguem sabe do provedor?

candido

 

Anonymous Anónimo said ... (terça-feira, 10 maio, 2005) : 

Mais de metade dos recem licenciados não têm de fazer exame, só alguns, grandes racistas.

 

Anonymous EXAME NÂO said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

Atenção, alerta-se os recem licenciados a não fazerem o dito exame da OA, desta vez vão ser todos chumbados novamente e gravemente humilhados perante toda a sociedade.

EXAME NÂO

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

é melhor não fazerem o exame e fazerem queixa ou á comissão Europeia, como fiz eu, ou ao provedor de justiça. Não fiquem parados à espera!

Boa sorte a todos

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

Não sou português mas vivi 4 anos em Lisboa, estudei no meu pais de origem e gostava de ter começado a minha profissão em Portugal. Dirigi-me à Ordem dos Arquitectos e exigem-me o Exame de Admissão, estagio, e cursos de formação, mesmo que a minha faculdade tenha a directiva Europeia. Contactei 2 advogados (amigos) de Bruxelas que estiveram a estudar o caso. O que eles me disseram é que para os arquitectos da UE a OA não podem exigir nenhum exame de admissão porque é contra a Directiva e que para os portugueses que tem que fazer o exame é uma grande injustiça que deve ser resolvida o mais rápido possível porque é uma vergonha perante os outros paises da UE que tem como principio a não descriminação.
Para além disto tudo, acho incrível como é que um estudante possa escolher uma faculdade para estudar se não vai ter a certeza que no fim do seu percurso académico o curso é ou não acreditado!!! Outra coisa que acho estranho é o facto que a acreditação dos cursos não corresponderem à Directiva da UE, e isto significa que um arquitecto de um curso acreditado e inscrito na OA não pode trabalhar ou concorrer a concursos publicos nos outros países da UE excepto aqueles que estudaram em faculdades com a directiva (FAUTL, FAUP, Artistica do Porto).
Fim da minha história: exerço a minha profissão na minha cidade, apesar de ficar triste pela minha namorada que estudou na U.Lusiada e que não pode inscrever-se na Ordem dos Arquitectos do meu Pais porque o curso não está abrangido pela Directiva mesmo que esteja acreditada e não pode voltar para Portugal porque eu não quero cumprir as exigências impostas pela OA.

Façam queixa à União europeia visto que aí não vos ligam nenhuma! As coisa vão se resolver só se a UE fizer alguma coisa.

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

Sem duvida que o melhor e o mais justo, é ninguem fazer exame, e certamente essa iniciativa tem de ser dos recem licenciados.

A ordem está a cometer várias inlegalidades pondo em causa centenas de pessoas, ela vai ter que pagar por isso, ai vai vai, conheço muita gente prejudicada pela ordem que vai querer ser recercida dos prejuizos morais e materiais que toda esta situação discriminatória causou.

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

Leiam o livro "Portugal,Hoje- o medo de existir" de José Gil Editora Relógio d'água.

medo de existir... é exactamente assim que me sinto!
pode ser que vos ajude a compreender melhor a sociedade mesquinha em que vivemos.

 

Blogger arqportugal.blogspot.com said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

O Regulamento de Admissão da Ordem dos Arquitectos necessita de uma profunda revisão.

"Face ao apresentado, apenas se pode entender a existência do reconhecimento e a diferenciação reconhecimento/acreditação de cursos no R.I.A. como critérios de admissão do candidato individual a membro efectivo da Ordem. Sobre a legalidade ou constitucionalidade desta diferenciação não nos caberá a nós dizer mas aos tribunais, se para o efeito forem solicitados."

fonte:http://www.mudarmesmo.com/html/contribuicoes.html

CANDIDATOS AO CONSELHO DIRECTIVO REGIONAL LISTA B

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 11 maio, 2005) : 

Que descaramento fazem questão de humilhar as pessoas, com direito a mapa e tudo para não haver duvidas.
esta ordem sucks

que palhaçada
parabens pela iniciativa e dedicação deste blog, parece que finalmente o assunto tem pernas para andar

 

Blogger arqportugal.blogspot.com said ... (sexta-feira, 13 maio, 2005) : 

"Anonymous said...
Não sou português mas vivi 4 anos em Lisboa, estudei no meu pais de origem e gostava de ter começado a minha profissão em Portugal. Dirigi-me à Ordem dos Arquitectos e exigem-me o Exame de Admissão, estagio, e cursos de formação, mesmo que a minha faculdade tenha a directiva Europeia..."

Caro colega desde já bem vindo ao nosso Pais que é de facto um pais maravilhoso, mas lamentavelmente ainda existe uma certa mentalidade elitista por parte de algumas pessoas que estão instaladas no poder.

Hoje fala-se de processos de Bolonha, globalização, comunidade europeia, constituição europeia, etc etc

A ordem dos arquitectos portuguesa parece não fazer parte dessa realidade continuando a discriminar até mesmo os licenciados Portugueses.

Compreendemos perfeitamente a tua situação, aconselho-te a entrares em contacto através do nosso e.mail para informações adicionais, e trocarmos ideias.

Não é complicado compreender o tipo de tratamento que OA dá aos emigrantes licenciados tendo em conta o que faz aos cidadãos portugueses, a ordem simplesmente tem vindo a ignorar os problemas dos recém licenciados.

arqportugal.blogspot.com

 

Anonymous Anónimo said ... (domingo, 15 maio, 2005) : 

O que não se percebe nesta lista é a ordem pela qual aparecem os Cursos de Arquitectura. É (decrescente ou crescente) pelo número de anos de acreditação? É por ordem alfabética? É por antiguidade? Não, não e não... É só porque quem a fez é do lobby da Lusíada, o mesmo que inventou os estágios mesmo para as licenciaturas que já os tinham (eles não têm).

 

Anonymous Anónimo said ... (domingo, 15 maio, 2005) : 

"Quem a fez é do lobby da Lusíada"
O que é que a Lusiada tem a ver com o assunto? Iclusive a universidade Lusiada de Lisboa agora também tem o curso só reconhecido.

 

Blogger arqportugal.blogspot.com said ... (domingo, 15 maio, 2005) : 

Anonymous said:

"Leiam o livro "Portugal,Hoje- o medo de existir" de José Gil Editora Relógio d'água ... medo de existir... é exactamente assim que me sinto!"

Para quem ficou interessado, eis a opinião do "oinsurgente.blogspot.com" sobre o livro:

http://oinsurgente.blogspot.com/2005/05/portugal-hoje-o-medo-de-existir.html

 

Anonymous Arquitecto acreditado said ... (quinta-feira, 19 maio, 2005) : 

"NÂO É POSSIVEL........

Como é possivel a Universidade Lusiada, passar de Acreditada a Reconheciada, Quando faz parte do Top 10, das melhores universidade a lecionar em Portugal a practica de Arquitectura. Um aluno na Lusiada tem que tirar notas superiores ao iguais a 14 valores nas cadeiras nucleares do curso, o qual tem uma duração de 5 anos, e mais uma ano de estágio APROVADO pela ordem dos arquitectos. Na Lusiada é muito dificil de se ser Arquitecto, comparativamente a outras Universidades de Portugal.
A revista "Arquitectura e Vida" lançou um concurso nas suas primeiras edições para a concepção de um posto de vigia, Este concurso foi ganho por dois alunos da lusiada, com distinção. O concurso entre universidade para a Concpção e revitação da zona do carmo em Lisboa, foi ganho por um aluno da Lusiada.


Cerca de 80% dos edificios de habitação que temos em Portugal, é obra dos últimos 30 anos, feitos por quem? PATOS BRAVOS, que só sabem o que é o ferro e betão, onde uma janela é sempre igual em todos o edificios que faz, talvez durante toda a sua vida. Como é possivel o INEPI reconhecer pessoas que nem sequer tem conhecimentos académicos de Arquitectura, e através de um exame com 15 perguntas durante um dia, se obtenha uma alvára de classe 2, o que é equivalente a um Arquitecto.

PATOS BRAVOS È O QUE MENOS PRECISAMOS PARA ESTE PAIS.

No meu entender a Lusíada está a ser descriminada por ter muitas vagas. No entanto os que saiem da Universidade Lusiada no curso de Arquitectura, não são apenas Licenciados em Arquitectura, são Arquitectos acreditados ao pela Ordem."

 

Anonymous Anónimo said ... (sábado, 21 maio, 2005) : 

"não são apenas Licenciados em Arquitectura, são Arquitectos acreditados ao pela Ordem."

É esta mentalidade que torna o problema ainda maior, a maioria dos arquitectos acham-se uns iluminados e são sempre melhores que o colega do lado, não existe união e a Ordem deu uma grande ajuda nesse sentido tendo considerado, diferenciar os cursos oficialmente, pondo em causa a formação de muitos licenciados.

Eles têm de ser julgados pela discrinção que andam a cometer, e pelos prejuizos morais causados ás pessoas dos cursos reconhecidos.

 

Anonymous Anónimo said ... (domingo, 22 maio, 2005) : 

Esta resistência às mudanças é do pior que historicamente temos tido e continuamos a ter!!!
Esta perniciosa mentalidade CORPORATIVA!
CORPORATIVA!
CORPORATIVA!
Que nos leva sempre à miséria e à pequenez...à tacanhez...!!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 06 junho, 2005) : 

Se a Arqª Helena Roseta "quer continuar a manter a imagem de democrata e de pessoa que se move por causas justas, que tinha antes de entrar para a OA", não tem outro caminho senão o de NÃO ADMITIR a entrada directa E CONTINUAR A TRABALHAR no sentido da inscrição de TODOS os licenciados na ORDEM DOS ARQUITECTOS depois de uma prova de admissão como é feita na ORDEM DOS ADVOGADOS e na ORDEM DOS MÉDICOS.

 

Anonymous Anónimo said ... (sábado, 11 junho, 2005) : 

Enquanto a OA não resolver a velha questão de quase toda a gente poder assinar projectos de arqª, não tem cabimento nenhum exigir aos licenciados em Arqª que se submetam a testes ou outros meios de avaliação suplementar para ali se poderem inscrever, para poderem exercer a sua profissão!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 09 junho, 2008) : 

JÁ AGORA REPAREM SE A ORDEM DO ENGENHEIROS SUBMETEM OS SEUS ASPIRANTES A ENGENHEIROS Á HUMILHAÇAO DE SEREM SUJEITOS A UM EXAME DE APTIDÃO? POIS SE NAO É O CIP, GRANDE PARTE DAS OBRAS IRIAM ESMAGAR MUITO CIDADÃO.
CONTUDO A SUA ORDEM NUNCA O FEZ!
OUTRA COISA INSOLITA É A DE EXISTIREM NESTE PAIS ENG. QUE RECEBEM DIPLOMAS EM FINS DE SEMANAS E AINDA POR CIMA AS SUA OBRAS SEREM RECONHECIDAS, MAS PELA MEDIOCRIDADE, TAMBEM AO FACTO DE QUANDO OS NOSSO TRABALHOS SÃO APRECIADOS NAS CAMARAS POR ENG. SAO LOGO OBSERVADOS Á LUPA E SE FOREM POR ENG. SÃO DEFERIDOS E ASSINADOS DE CRUZ. INSÓLITO NAO É?
POR OUTO LADO, A ISTO PODEMOS DIZER QUE SE DEVE O FACTO DE SER-MOS O CULPADOS, POIS SÓ SELECCIONAMOS INDIVIDUOS QUE NUNCA TIVERAM DE TRABALHAR PARA SINGRAR NESTE MEIO POLITICO-MAFIOSO E DEPOIS TEMOS ISTO!
TEMBEM AS COMISSÕES ARBITRAIS MUNICIPAIS QUE TUDO NAO PASSOU DE UMA FANTOCHADA, POIS O ENQUADRAMENTO LEGAL PARA O INDIVIDO IR A ELAS NÃO EXISTE, TERA DE PEDIR AOS SERVIÇOS, CASO SEJA F.P. OU AO SEU PATRAO OU JUSTIFICA COMO FALTA DE FERIAS.
- AFINAL TEMOS UMA ORDEM QUE DE ORDEM SÓ TEM O NOME.....
OS DIREITOS DO TRABALHADOR (ARQUTECTO) FOI PARA QUEM SABE EMBELEZAR AS PALESTRAS A QUE RARAMENTE SÃO INTERESSANTES, MAS DETRAEM OS DESOCUPADOS.
AS PROPINAS SERVEM ENTÃO PARA MANTER OS BONS EMPREGOS DE ALGUMAS PESSOAS DA O.A. E O SEU ESTATUO DE VIDA PORQUE NA VERDADE É COMO O POVO CANTA: Ó TRABALHO VAI-TE EMBORA!
UMA VERGONHA....
É UMA PENA TER-MOS UMA ORDEM COM MILHARES DE ASSOCIADOS E ESTES SE DEMITIREM DA POLITICA, POIS SO ASSIM SEREMOS FORTES E REVINDICATIVOS. ALFREDO C.

 

Anonymous Anónimo said ... (terça-feira, 13 janeiro, 2009) : 

ola
eu sou aluna da U. lusiada de Famalicao e gostava de saber afinal se nos temos de fazer o exame de admissao a Ordem ou nao, isto é uma vergonha depois de tanto tempo aturar malucos, para alem de termos de fazer tese de mestrado e defende-la, ainda vamos ter de fzer exame???????????

 

Blogger Unknown said ... (quarta-feira, 14 outubro, 2015) : 

網頁設計 網路行銷 關鍵字廣告 關鍵字行銷 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ

 

post a comment