terça-feira, setembro 11, 2007

«solidariedade»

Conselho de Admissão sem quórum desde Junho


O Conselho Directivo Regional do Sul manifesta a sua «solidariedade» aos interessados que vêm os processos sem resolução face à falta de quorum do Conselho Regional de Admissão do Sul.


"Na sequência das demissões apresentadas por um conjunto significativo dos seus membros, o Conselho Regional de Admissão do Sul..."

Mais aqui


Belos actos Próprios da Profissão que este quorum desempenha .

Era interessante ver os currículos dos colegas que compõem o quorum...

Comments on "«solidariedade»"

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 12 setembro, 2007) : 

É realmente vergonhosa a irresponsabilidade dos actuais titulares dos orgãos sociais da Ordem dos Arquitectos...

S.

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 12 setembro, 2007) : 

A culpa é também do Conselho Nacional de Admissão, que é o órgão hierarquicamente superior e que tem poderes para chamar os processos a si e resolve-los.

E o que fez (faz) o CNA?

NADA!!!

Diogo Corredoura.

 

Anonymous arq! said ... (quarta-feira, 12 setembro, 2007) : 

Está lá o Nuno Simões o "colega" que diz: "eu também não tenho trabalho"

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 13 setembro, 2007) : 

Desde que a outra "senhora" abdiquou na recta final o seu cargo por um cargo de vereadora sem pelouro a subtileza acabou!
E anda o norte e o sul em blackout total em relação as eleições, mas tenho de me repetir, a subtileza acabou basta ver http://www.oasrn.org/entrada.php e temos campanha eleitoral antecipada a custa das nossas cotas. Muda a embalagem mas o conteudo é o mesmo.

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 14 setembro, 2007) : 

Ideias pela Ordem em http://a-cidade-das-pessoas.blogspot.com

Feedback bem vindo, comentários não censurados.

 

Blogger tiago mota saraiva said ... (domingo, 16 setembro, 2007) : 

Não seria interessante averiguarem por que se demitiram?

 

Anonymous sara godinho said ... (segunda-feira, 15 outubro, 2007) : 

sim, seria interessantíssimo averiguar pq é q se demitiram deixando mais de 300 pessoas numa situação de "águas de bacalhau"! Podem explicar-me? Podem ter os motivos mais honoráveis mas acho inacreditável que nada possa ser feito para resolver a situação destas 300 e tal pessoas, sendo uma delas eu.

 

post a comment