quarta-feira, junho 15, 2005

OS "ESCÂNDALOS" (JÚRIS E PRÉMIOS) II

Noticia no Jornal Correio Manhã / Magazine Domingo


Tomás Taveira

"A partir do escândalo dos exames de acesso à profissão já declarados, como não podia deixar de ser, como ilegais por parte da União Europeia, e a partir das "desculpas ou explicações" totalmente esfarrapadas da Ordem, relativamente a este tema há que meditar na reforma de uma organização que não prestigia a classe dos arquitectos, mas está ao contrário como tudo leva a crer ao serviço de apenas alguns como várias vezes temos salientado.


As tentativas desesperadas de fazer travar o aumento do número de arquitectos
com acesso directo ao exercício da profissão por parte da OA, embora esta não tenha feito esforço algum para travar o número elevadíssimo de licenciaturas de arquitectura, que proliferam no País (dando-lhes cobertura, ao que parece, em todos os casos), configura claramente um desejo controleiro muito marcadamente político-financeiro.


Quanto menos arquitectos houverem, mais fácil será o acesso do 'grupo da Ordem' ao mercado de trabalho e se esse mercado for totalmente controlado através de concursos como pretendem os que aí pontificam, então começa a vislumbrar-se o Nirvana... "


Parece que afinal, a filosofia de actuação discriminatória da Ordem dos Arquitectos não abrange apenas alguns dos recém licenciados, mas também alguns membros efectivos da OA. arqportugal

"Não calculo sequer qual o montante de honorários que representam por ano os concursos controlados pela Ordem, mas são certamente muitos milhões de Euros.

Mas a Ordem não se fica por aqui, ela quer controlar também os prémios a atribuir às obras e aos arquitectos, isto quer dizer que temos uma Ordem, com um estatuto de Deus Ex-Máquina, um Deus acima de Deus, e quem não se "baixar" para entrar para este Olimpo, verá a sua carreira seriamente ameaçada.


A falta de pudor e a desfaçatez que a Ordem demonstra em todos os seus actos, não de cultura, mas de política económica e financeira, é algo que dá náuseas.


A escolha dos representantes, em primeiro lugar, deve reger-se pelos três primeiros critérios e se possível acumular todas as exigências dos restantes.
Assim, o perfil dos representantes, para além da condição única de terem um mínimo de 10 anos de experiência profissional, deve obedecer às seguintes características:

1. Premiado, ou nomeado, em Prémios de arquitectura (Internacionais, Nacionais, Locais). Este critério é vinculativo para a selecção de representantes nos júris de Prémios.
2. Premiado em Concurso de arquitectura (Primeiros prémios, Menções honrosas). Este critério é vinculativo para a selecção de representantes nos júris de Concursos.
3. Obra publicada ou seleccionada para Exposição de arquitectura (Internacional, Nacional).
4. Participado como jurado em Concursos de arquitectura (designado pela OA ou por outras entidades).
5. Participado na elaboração de programas de Concursos (Obra construída, Experiência profissional).
6- Seleccionado em Concurso para candidatos a Júris, aberto a todos os membros da OA.


Assim pode ver-se que um arquitecto que não concorra por norma a prémios, por não considerar que esses mesmos prémios sejam honestamente atribuídos, mas sim naturalmente controlados por "lobbies poderosos", dos quais ele não faça parte até por opção, não os poderá obter, e assim, ainda que tenha ao mesmo tempo uma carreira ímpar, nunca poderá fazer parte de um júri!

Fica assim a hipótese de "Concorrer" a um concurso aberto a todos os membros da Ordem... para eventualmente fazer parte do Olimpo dos Júris...
Ora se isto não representa uma "redução" drástica do número de jurados possível;
se isco não representa a construção deliberada de um "grupo" restrito de membros da Ordem, para controlarem os concursos; se isto não representa mais um atentado à Democracia, que deve reger os destinos da Ordem, então reservem-me um lugar no panteão dos analfabetos, que não só não sabem ler, como estão longe de saber raciocinar.


A Ordem dos Arquitectos deve ser substituída, não só a sua Direcção, mas toda a sua estrutura, e eventualmente deve ser criada uma NOVA ORDEM, que acabe com estes escândalos. "


Noticia Completa em PDF

Comments on "OS "ESCÂNDALOS" (JÚRIS E PRÉMIOS) II"

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

"...um atentado à Democracia..."

Estou plenamente de acordo com esta noticia.

Deverà ser criada o mais breve possivel uma nova ordem, porque a nova geraçao de arquitectos precisa de se reconhecer numa ordem...que deverà ser o oposto desta!


Jorge Sampaio distingue:
Helena Roseta
"Agraciada com a Ordem da Liberdade"
- Condecorada PORQUE? como è possivel?
estamos mesmo a remar contro a marè...infelizmente!!

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Olha Olha , afinal parece que isto ainda vai sobrar para os que são membros efectivos, quero ver se a ordem tambem brinca com aqueles que lhe dão o pão a comer, não me parece.

 

Anonymous O esférico said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Últimas notícias

Depois destas afirmações o TT afiançou ao jornal A Bola que deve ser criada uma NOVA ORDEM, que acabe com estes escândalos e que se vai candidatar para as eleições de uma OA melhor, tipo OB.

Assinatura irreconhecível

Xljhvlv...po~pkn

(Um redactor d'A Bola que tem receio de se identificar porque os Srs da OA são muito vingativos)

 

Anonymous TT à presidência said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Boa!
Então isto quer dizer que o TT se vai candidatar nas próximas eleições da OA.
Sim, porque isto não é só dizer mal, também é preciso colocarmno-nos da pele de quem estamos a criticar.
Tanta conversa de que somos mal representados e nenhum grupo de digníssimos arquitectos se candidatou aos orgãos da Ordem. Dá muito trabalho não é... E, de facto, (para a maioria) é trabalho voluntário.

TT à presidência e não mais favores a amigos!!!
(só a ele)

 

Anonymous TT à presidência said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

A foto do TT é actual?
Fez uma plástica?
Assim fica um candidato mais credível.

 

Anonymous cc said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

"os Srs. da OA são muito vingativos", não tenhas medo esses senhores hoje são uns amanha serão outros, e não demora muito para isso acontecer pelo andar da carruagem, onde ninguém respeita ninguém.
Esta ordem começa a "tentar" monopolizar os arquitectos e a arquitectura, tal como acontece nas câmaras, não é de admirar grande parte dos que integram a ordem desejam poder e não querem saber nada dos colegas ou da arquitectura, já cheguei a falar com putos lá na ordem que mais parecem velhos-mentais e um ar arrogante que até dá pena ver criaturas assim.
Isto realmente quando algum arquitecto quer dar um passo vem logo outro arquitecto "xico-esperto" a dizer como deve ser, com a mania que é melhor e a querer controlar.

A classe dos arquitectos está muito desprestigiada e se assim continuar não vale a pena, o pior é que algumas pessoas aproveitam este facto para se instalarem no poleiro e brincarem com a vida das pessoas.

Esta história toda é deprimente e insólita

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Ó anónimo, tens alguma dislexia de acentuação. Alguém te ensinou a diferença entre acentos graves e agudos?
E são estes grunhos que nos querem representar!!!
Valha-nos Deus.


" "...um atentado à Democracia..."

Estou plenamente de acordo com esta notí(i)cia.

Deverá(à) ser criada o mais breve possí(i)vel uma nova ordem, porque a nova geraçã(a)o de arquitectos precisa de se reconhecer numa ordem...que deverá(à) ser o oposto desta!


Jorge Sampaio distingue:
Helena Roseta
"Agraciada com a Ordem da Liberdade"
- Condecorada PORQUÊ(E)? como é(è) possí(i)vel?
estamos mesmo a remar contra(o) a maré(è)...infelizmente!! "

P.S. Entre parênteses vão os teus erros para aprenderes.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

E continuamos na mesma...

Ó cc,
Falas português?
O teu texto não se percebe.
Se foste tu a ir falar à OA eu até compreendo que te tenham tratado mal. Como é que alguém te entende?
Compra uma gramática (de português, não é o Pokemon).

Cultiva-te (de cultura e não de agricultura).

 

Anonymous csi said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

O Tomás Taveira é até ao momento, por incrível que pareça o único arquitecto a dar a cara e a sua opinião, os mesmo não se pode dizer de algumas estrelas cintilantes que não querem envolver o seu nome nesta discriminação. Quero ver se agora os que já são membros da ordem também vão admitir ser discriminados relativamente aos concursos.
A OA mostrou já o que gostava de fazer, o tipo de politica que segue, agora vamos ver se os seus associados lhes batem as palmas ou lhes dão um xuto no meio do cu.

 

Anonymous cc said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

olha um xico-esperto, o Valha-nos Deus
Ele ainda não disse nada mas realmente o rapaz da geito parra corijir us eros do pixual, ês mismo bum a fazere iso, ês u màiór!!!!!!!

Não sejas Pokemon :)

 

Anonymous  said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Porque é que o TT quer racionalizar os concursos?
Ele tem normalmente outros estratagemas para conseguir os trabalhos. Estratagemas esses muito democráticos diz o povo.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

CC

Agora estás a disfarçar a tua iletracia. Colocas uns errinhos propositados e tudo passa despercebido. Que ingenuidade.

Obrigada por me achares o maior. De facto sou.
E tu não és.

Um abraço

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Dear Valha-nos Deus:

se te esforçares talvez chegues là....porque serà que nao utilizo os acentos?
pensa um pouco...e jà agora pensa que existem coisas mais importantes na vida, como deixar de ser mesquinho, parvinho, ignorante e banal...
kisses

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro CC

Devemos dar o melhor de nós em todas as acções da nossa vida mesmo que estas sejam meros comentários num bloguezinho perdido neste imenso mundo virtual.
Dai que continuo a dizer que não deves cometer erros. Sinceramente não acredito nas versões “faço de propósito” ou “é para disfarçar” ou “é para poupar tempo”. Tretas!
É iletracia e ponto final.
Se queres dar o teu contributo para a questão deste blog começa por:
- raciocinar bem;
- a seguir deve vir o pensar bem;
- e por fim deves conseguir escrever bem.
Esforça-te e treina nos tempos livres.
Vais ver que serás um novo homem e a alegria voltar-te-á aos lábios. Quem sabe não passas a ver as coisas com um novo olhar…
Tenta também suprimir essas palavras feias que tão mal ficam num rapazinho como tu que quer ser arquitecto.

Cumprimentos

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro CC

Já agora. Tenta evitar os inglesismos. Podias substituir Dear por Caro e Kisses por Beijos (não para mim claro!).

Cumprimentos

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

...ò valha-nos Deus,
nao enganas ninguem, ès um "parvinho" da Ordem, nao èèèèè...
nao gostava de estar na tua situaçao, deve ser muito triste estar sempre a pensar 24h em lixar os outros....a vida è sò uma caro colega, acorda para a vida porque a tua deve ser um inferno!

 

Anonymous TT à presidência said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Estive a pensar.
Embora organizar um grupo de apoio ao TT para ele se candidatar à presidência da OA?
Somos tantos que seria quase como o arrastão em Carcavelos.
Eu levo as sanduíches.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro anónimo

O senhor julga que todos os que os criticam são da OA? Quantos trabalhadores julga o senhor que aquela instituição tem?
Acorde o senhor porque o papão não anda atrás de si.

Voçês julgam que esta é a "luta da vossa vida", e que depois de se inscreverem na OA tudo serão rosas?
Como são ingénuos.
Julgam que o trabalhos cai do céu nas mãos dos "inscritos"?
Como são ingénuos.

Cumprimentos

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

ò valha-nos Deus,
nao te estàs a esforçar...entao onde està o teu raciocinio?
vou-te dar uma ajudinha...
1- eu sou o anònimo, nao sou o cc a quem mando um abraço de solidariedade!
2- Existem vàrios paises no mundo, nao èèè, e nem todas as linguas utilizam os mesmos acentos, nao èèè...

 

Anonymous Viva said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

csi e amigos

Vou nessa do arrastão e tb digo que me comove mto o TT ser "até ao momento, (por incrível que pareça???) o único arquitecto a dar a cara e a sua opinião".
Tb o acho mto desinteressado e íntegro e vai ser um bom patrono dos arquitectos como foi um bom responsável pela FA/UTL de onde o mandaram bugiar.

Viva o TT q quer q se fale dele nem q seja para dizer merdas.

 

Anonymous paulo d said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

MENINOS, não creio que este blog tenha sido criado para lições de português ou agressões verbais.
De certeza que a Ordem delira com isso, "Dividir para Reinar".
E não se escondam no anonimato.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro anónimo

Repondo-lhe também em pontos:

1 - anónimo significa que não quer ser reconhecido por isso não merece esforço. Arranje um nome.
2 - "arqportugal" pensei que era de Portugal e que se debatiam os problemas de Portugal. Parece-me também que andam a TENTAR escrever português.

Cumprimentos

 

Anonymous TT à presidência said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Viva

Estou contigo.
Juntos vamos eleger o nosso ídolo TT.
Se os MENINOS quiserem podem juntar-se à luta.
Juntos criaremos uma OA melhor. Pode ser que o TT me contrate para tirar fotocópias ou ozalids ou quem sabe raspar o vegetal dos outros.

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

ORDEM NO BLOG. VAMOS LÁ DIZER MAL DA OA, DA ACREDITAÇÃO, DOS RECONHECIMENTOS, DOS EXAMES, DAS ORAIS, DOS PROFS, DO TRABALHOS EXCESSIVO.

VIVA A PRAIA

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

...O valha-nos Deus està a ficar irritado!

Em primeiro lugar nao chamarei criticas - corrigir erros.

Em segundo, esta deveria ser a luta de todos nòs, Portugueses, porque Portugal està impestado de mesquinhices e abusos de poder,e por isso miseràvel e fraco.

E nao, nao somos ingènuos e pensamos que tudo serao rosas, mas sim gostavamos de ter o direito de exercer a nossa profissao, com ou sem rosas, o que è muito diferente!

o trabalho nao cai do ceù em geral caro...
nas maos dos "inscritos" desta ordem obviamente....mas tambem de inscritos em outras Ordens Profissionais, como è o meu caso, felizmente!

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro anónimo

Apesar de não gostar de falar com anónimos apraz-me saber que já tem a sua vida organizada.
OE? OB? OGPI?

Felicidades,
cumprimentos

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Tudo bem q o TT tem estado bem nesta questão,mas daí até bastonário,não me parece!
Não nos devemos esquecer q a única vez q a licenciatura na FA-UTL esteve à beira d encerrar foi qd o TT lá estava...Não se deixem dormir!

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Oh rapaziada, vamos lá a ver se eu percebo uma coisa.

Este blog é para:
a) informar e discutir sobre o problema do sistema de ingresso na Ordem dos Arquitectos;
b) insultar os membros da Ordem dos Arquitectos;
c) falar da vida pessoal do Tomás Taveira;
d) trocar uns galhardetes entre as faculdades, tipo "a minha é melhor que a tua, nha nha nha";
e) corrigir os erros gramaticais dos posts, género concurso "bora lá a ver quem descobre e corrige mais erros";
f) insultar a inteligência gratuitamente, por razões mesquinhas que apenas e só demonstram o verdadeiro carácter de quem o faz, até porque o faz escondido no anonimato ou por trás de um nickname?

Ahhhhhhhhh, obrigado, pensava que a resposta era a hipótese a). Uff, já pensava que ainda havia alguém a tentar discutir o que verdadeiramente interessa. (Nota - Para os mais distraídos, estou a usar o belo do sarcasmo.)

Não querendo insistir no que já foi repetido várias vezes em outros posts (que a malta se desvia muito da temática, etc e tal), chamo apenas a atenção para algumas coisinhas.

Já pensaram na imagem que passam para quem vem ao blog? Desde o simples licenciado interessado em partilhar a sua opinião sobre o sistema de ingresso, até ao jornalista que pode andar a recolher informação para uma reportagem, passando pelo próprio Provedor de Justiça ou seus acessores, que podem entender fazer uma vizita aqui ao sítio do picapau amarelo para ver como está o estado anímico dos interessados, só naquela de saberem se vale ou não a pena mexer num assunto tão quente quanto este? Quem diz o Provedor de Justiça diz também os deputados dos grupos parlamentares, a malta dos Ministérios das Obras Públicas, Transportes e Comunicações e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior ou até mesmo o acessor do Primeiro Ministro encarregue do assunto, só para dar uns exemplos dos contactos já efectuados.

Qual será o crédito que darão a quem anda a apontar acentos e a falar de cassetes de arquitectos-realizadores gravadas há 20 anos? Ou a importância que darão a quem acha que o cerne da questão é o uso dos inglesismos? Ou ainda o respeito que terão para com quem utiliza o blog para ondas do género "quero dizer que isto aqui, isto aqui, é uma cambada de ladrões, de gatunos e de chupistas"?

Ah pois é, bébé!!! Eles andem aí!!!

PAREM LÁ COM AS PALHAÇADAS E ESCREVAM COISAS QUE SE COADUNEM COM A IDADE ADULTA QUE APRESENTAM NO BI!!!

Já agora, um brinde para puxarem pela vossa capacidade opinativa: já imaginaram o quão quente é de facto esta questão do sistema de ingresso na Ordem dos Arquitectos, de tal modo que um parecer do Provedor de Justiça que corrobore a nossa posição ou uma decisão em tribunal a condenar a OA poderá criar um precedente que obrigue TODAS as ordens profissionais a alterar os seus respectivos sistemas de ingresso?

Quero comentários.

Abusando daquela frase do Jorge Sampaio: há mais vida para lá do nosso umbigo. Desatem mas é a solicitar por escrito que o Provedor de Justiça diga qual é o ponto da situação em relação ao pedido de parecer que já lá está faz mais de um ano e meio. Porque é só isto que falta para que ele anda com aquilo para a frente - PRESSÃO! Por escrito, s.f.f., porque assim eles são obrigados a responder, também por escrito.

Terminando, apenas um pensamento que anda na minha cabeça desde a reeleição da Arqª Helena Roseta para Presidente do Conselho Directivo Nacional da Ordem dos Arquitectos: como é que a ex-deputada do grupo parlamentar do PS (durante largos anos) e ex-deputada da Assembleia Constituínte pelo PSD em 1975 / 76 consegue dizer que não há nada de ilegal e inconstitucional no sistema de ingresso?

Para quem não sabe, a Assembleia Constituínte foi quem elaborou a 1ª Constituição da República Portuguesa, após o 25 de Abril de 1974. E para quem anda distraído, a Sra. ex-deputada recebeu no passado dia 10 de Junho, das mãos do Exmo. Presidente da República, a Ordem da Liberdade. Certamente pelo seu inatacável passado de luta e coerência na defesa dos mais fracos e oprimidos, lá lá lá e rebéubéubéu pardais ao ninho.

Um abraço,

BiPri.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro último anónimo

Gostei! Bem escrito. Pensei que eram todos burros. Uf!
Afinal alguém sabe falar e dizer algo.
Parece-me é que nenhuma das individualidades que citas tem pachora para coscuvilhar em blogues desconhecidos mas ... não faz mal sonhar.
Se como dizes "um parecer do Provedor de Justiça que corrobore a nossa posição ou uma decisão em tribunal a condenar a OA poderá criar um precedente que obrigue TODAS as ordens profissionais a alterar os seus respectivos sistemas de ingresso?" então nem sonhem!

Devias arranjar um nome.

Cumprimentos

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Desculpa BiPri, não tinha visto...

 

Anonymous OCAA said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

valha-nos deus

Vejo que está interessado no rigor da nossa profissão e dou-lhe os parabéns. No entanto, acho que perde o seu tempo com sábios conselhos para esta rapaziada, pq eles ñ o saberão entender - têm mta pressa de ir fazer bonecada para a família q vive na província.

Qto à possibilidade do estaminé do TT nos contratar, desconfio que eles ainda andam por lá a raspar vegetais e eu só sei desenhar com cad. Também receio ñ ter conhecimentos matemáticos suficientes, pq ouvi dizer q lá se usa o excel para as fórmulas dos quadradinhos verdes e amarelos com equações matemáticas mto complexas.

Além disso, pagam mt mal e chamam a todos os putos de grunho para cima. Ora isto ñ se faz a esta rapaziada tão bem formada.

Só me safo se arranjar uma lista para as próximas eleições na Ordem e acho q vou chamar-se OCAA (Ordem de Conhecimentos Aligeirados de Arquitectura) para poder cativar mta gente deste blog e afins.

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

ocaa

Acho q isto vai de mal a pior,a ignorância abunda e pelos vistos do alto do seu pedestal tb...
Eu por acaso vivo e trabalho na dita provincia.Com mt orgulho até,pq optei sair de Lisboa para vir para cá morar e trabalhar.
Em relação aos 'bonecos',quem seja verdadeiramente profissional,faz projectos com pés e cabeça,seja qual for o cliente,seja qual for o sitio.Acho q esta dignidade e respeito q escasseia quer na profissão,quer na aprendizagem,quer agora na própria ordem profissional,cujo papel deveria ser o de dignificar e se fazer respeitar!

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

"esta rapaziada".....è com muito orgulho a nossa geraçao...
è o futuro de Portugal, e que actualmente, è obrigada a competir com a geraçao anterior ( onde reina o poder e as invejas)!

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caros

Por favor tenham atenção aos acentos!
E voçês com os papões da geração anterior!! Poder e inveja? Estão a falar de quem?
Querem o quê? Eliminar os que cá estão?

Gostei da genial ideia do OCAA (Ordem de Conhecimentos Aligeirados de Arquitectura).

Cumprimentos

 

Anonymous Miguel H de Sá said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Exmo. Sr. Valha-nos Deus

estranhei o seguinte comentário
"Se como dizes "um parecer do Provedor de Justiça que corrobore a nossa posição..."

nossa posição ?

o Sr. Faz por acaso faz parte da ordem dos arquitectos?

 

Blogger Poolman said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro ocaa

Não tenho nada a ver com a área de Construção Civil como o Senhor, mas…

"...têm mta pressa de ir fazer bonecada para a família q vive na província."????

Terá então noção e conhecimentos da história de Portugal...
Presumo eu...
Uma vez que pertence a 'essa classe de Deuses' que são os licenciados em Arquitectura (que mais não são que o rapaz que todas as semanas varre a minha rua), só sendo batidos na hierarquia divina pelos licenciados em Medicina.

Como tal ‘deus’, demonstra todo o Portugal que temos pela sua própria frase acima transcrita.
Um Portugal de cada vez mais Doutores, e cada vez mais ignorância.
Um Portugal de cada vez mais o problema é dos outros…

Estamos em 2005, não em 1970, onde ainda tínhamos as províncias (se bem que à rasca), eram ultramarinas, mas eram províncias.
Se porventura se refere a todos os estudantes dos PALOP, que tentam fazer do país deles um sítio melhor para viver, mesmo que para isso tenham de suportar certas sub-existências… então devo informá-lo que mais não é que RACISMO.

Se por mero acaso (e estou a excluir essa hipótese), se refere a província a áreas dentro de Portugal, então meu caro senhor… devo referir que descreve todo o País com excepção para as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.

Nasci e vivo, numa localidade inserida ‘na província’, (como grande parte dos habitantes da sua zona, gostam de designar) é com muito orgulho que o faço.
Gosto das gentes, até mesmo das que vão para a universidade e quando voltam, estão no estado que o Caro OOCA apresenta.

Só não gosto que gente como o excelentíssimo, se desloquem até cá.
Penso que por razões cada vez mais óbvias.

Só posso comparar o caríssimo a qualquer membro do governo de portugal (é um Portugal cada vez mais com letra minúscula), sapiência divina... mente má.

Quando defronte com um qualquer projecto, só mesmo comparável à actividade de todos os pombos da Baixa de Lisboa….

Mas eu prometo às pessoas que me são queridas, que ainda um dia conseguirei explicar, porque odeio, todos os que desprezam o interior de Portugal!
E tentarei também compreender, o que leva um grande conjunto de licenciados em Portugal, acharem que são mais importantes para o país do que um Pastor, ou um pedreiro, um agricultor, um varredor, um operador de caixa num qualquer hipermercado, e muito outros que têm profissões similares.

É triste ainda existir gente assim meu caro, é triste...

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro Miguel h de Sá

Desculpe o meu atraso na resposta.
Eu limitei-me a citar uma frase de um anónimo e, como tal, não mudei o texto. Percebe?

Vejo que continuam com medo do papão.

Cumprimentos

 

Anonymous paulo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

O tema deste artigo deixou de ser "Os escândalos (júris e prémios)" da Ordem dos Arquitectos, e passou a ser a "corte e costura" ???

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Caro Poolman

Não pude deixar de reparar no seu sentimentalismo.
Comosabe identifico-me com algumas ideias do OCAA e sei que ele tem boas intenções.
Diga-me voçê e os outros amigos: quando começaram o curso não sabiam no que se iam meter? Informaram-se sobre a profissão? Sobre o acesso a ela? Foram à OA?
Ou a resposta para tudo isto é não e não são daqueles que "sempre gostei de desenhar e então quero ser arquitecto"?

Cumprimentos

 

Anonymous o rapaz que todas as semanas varre a rua do sr poolman said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Prezado sr poolman

Da classe dos deuses do lixo (mas não com sapiência divina... nem mente má, creia) lhe envio um reparo por se ter equivocado com a minha mente pq não me referia a províncias tout court, não.

Referia-me a "província" como um lugar alheado da urbe e da sua cultura de exigência - não querendo desmerecer do trabalho das CCR, dos GAT e quejandos q tanto fizeram pelo país (não sei se me está a acompanhar mas parece-me q vai invectivar este discurso com um chorrilho de diatribes ... paciência).

Qto às ultramarinas, vade retro, nem pco + ou - falaria de lugares tão dignos do nosso respeito e que devemos continuar a proteger como benfeitores eternamente arrependidos, sim senhores.

Qto ao "estado" que o OCAA (não OOCA) apresenta (ou seja, eu) ele remete para as exposições descaradas e despudoradas de licenciados q se têm referido, AQUI, a assinaturas de engºs e agent. técnicos em "projectos seus" pq ñ tiveram ainda a "sorte" de passar a ser chamados de arqºs - ou seja de doutores, aqueles com quem se insurge, afinal, o sr poolman.

A bem da arquitectura de rigor e de exigência que deveria encontrar lugar neste país onde se projectam tantas imitações,

OCAA - Ordem de Competentes Arquitectos e Artistas

 

Anonymous cc said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Valha-nos Deus

"Diga-me voçê e os outros amigos: quando começaram o curso não sabiam no que se iam meter? Informaram-se sobre a profissão? Sobre o acesso a ela? Foram à OA?"

voçê escreve-se você

Definitivamente revelas ignorância, irresponsabilidade, infantilidade e frustração pessoal, a tua pergunta denuncia o teu desconhecimento sobre o assunto da admissão.
Vejo que és um participante activo do blog, vamos encontramo-nos mais vezes por aqui, por isso agradecia que fizesses uma consulta mais detalhada ao blog, explorasses e compreendesses melhor o assunto para poderes conversar com as pessoas, eu quero acreditar que tu és capaz de encontrar as respostas que procuras, é porque ninguém gosta de conviver com pessoas que têm como filosofia de vida comentar assuntos para dizer simplesmente nada.
Acalma-te respira fundo e publica a tua opinião aqui no blog mas fundamentada e com algum respeito SFF.

 

Anonymous Anónimo said ... (quinta-feira, 16 junho, 2005) : 

Era só para avisar que o "jornalista desaparecido", apareceu no post "AS "ILEGALIDADES" DA ORDEM DOS ARQUITECTOS! (I)", afinal a culpa não é do rapaz como seria de esperar.

inacreditável

 

Anonymous Poolman said ... (sexta-feira, 17 junho, 2005) : 

Está bem então...
Sejam assim ordinários.
Façam-no e vivam em conjugada felicidade, uma vez que essa não é padronizada senão pelos olhos de quem a vive.

Caro Valha-nos
:) Não sou arquitecto, não estou na área da construção civil, como os demais deste blog.
Como religioso que se apresenta acho por bem recordá-lo do 3º mandamento.
Não pronunciarás o nome de Deus em vão
Ah... esqueci-me que possivelmente pertence à classe do fica bem e parece melhor ainda.
(E a seguir irá responder algo do género: ah, e tal, não acredito nisso e coiso e tal)


Ora então... caro OCAA
"província" como um lugar alheado da urbe e da sua cultura de exigência

E o que define por cultura de exigência?

E define como padrão correcto de intelectualidade e conhecimento as 'urbes'?

Fica para um próximo post!
Quem sabe...

 

Anonymous poolman said ... (sexta-feira, 17 junho, 2005) : 

Para que não surjam mal-entedidos e ou haja de forma alguma intenções de invectivar o seu discurso.

Deve ler-se no post anterior,
Ordinários
masc. plu. de ordinário;
do Lat. ordinariu;
adj.,normal, comum, vulgar;


E essa deve ser a interpretação.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (sexta-feira, 17 junho, 2005) : 

Caro Poolman

De facto sou "Tio" apesar de ainda não o ser de facto.

Não é arquitecto e não pertence à área da construção civil? O que é que uma coisa tem a ver com a outra? Este blog trata de construção civil?

Cumprimentos

 

Anonymous paulo said ... (sexta-feira, 17 junho, 2005) : 

Em vez de se deliciarem com questões de português e de saber quem é melhor que o outro, etc., porque não comentam coisas de "algum" interesse como por ex.: A UNIÃO EUROPEIA EXIGE QUA A ORDEM DOS ARQUITECTOS SUPRIMA O EXAME "ILEGÍTIMO" IMPOSTO A LICENCIADOS"..... Ou isso à Ordem não interessa comentar?

 

Anonymous Sérgio said ... (terça-feira, 21 junho, 2005) : 

Sendo eu licenciado em electrotecnia, e um das centenas de recém-licenciados discriminados relativamente ao mercado de trabalho devido á questão dos acessos ás respectivas Ordens profissionais solicito informação sobre o processo de pedido de esclarecimentos/exposição de situação feita à União Europeia, caso façam parte do grupo que expôs a situação ou conheçam alguém do grupo.Obrigado.sergiodrigues@clix.pt.

 

Anonymous grupo.obrigadinho said ... (sexta-feira, 01 julho, 2005) : 

Camarada sérgio eletrotécnico

Sou como tu um licenciado amargurado porque em arquitectura mesmo que a OA desapareça continuaremos sem ter nada para fazer.

Tu ainda poderás ir por aí arranjar uns fusíveis e se não passares recibos conseguirás ter família e um ou dois meninos, ou isso.

Nós não serviremos nem para lavar a piscina dos golfinhos do zoo porque com tantas peneiras que nos ensinaram a ter iremos achar muito desprestigiante entrar sequer numa obra arquitectónica tão foleira como a tenda desses peixes (ou mamíferos?) Estás a ver pá, acontece-me sempre isto - não sei nada de nada com este curso que tirei.

Tudo isto para te dizer que se quiseres uma palavra amiga de consolo podes tentar o

http://www.grupo.obrigadinho.pt

 

Anonymous Mendigo said ... (quarta-feira, 06 julho, 2005) : 

Aceitando a sugestão do Bipri, e na esperança que outros sigam e expressem as suas opiniões,

Só me ocorre que a arqª Helena Roseta não conhece bem a documentação correspondente ao ingresso da Ordem que preside.
O que é igualmente preocupante!
Acho que a Ex deputada ainda não concluiu que está a manchar a sua reputação com as próprias mãos.

A Helena Roseta que recebeu das mãos do Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio,a condecoração da ordem da liberdade, não é a mesma Helena Roseta que preside a Ordem dos Arquitectos!

Não consigo acreditar que a pessoa que defendeu com muita garra na assembleia da republica temas relacionados com a injustiça social, direitos fundamentais do Homem, e por aí adiante, SEJA A MESMA A PRATICAR A DISCRIMINAÇÃO ENTRE IGUAIS.

E, vocês, acreditam?

Gostaria de ter a oportunidade de colocar esta questão directamente à Presidente da Ordem e à Ex. Deputada.

Talvez um dia encontre as duas juntas. (ironia)

 

Anonymous Real said ... (quarta-feira, 06 julho, 2005) : 

Oh, Bipri...
Andas a sonhar?
Abrir precedente? Outras Ordens a alterar procedimentos?
Andas mesmo a sonhar? Ou não conheces a realidade do Pais onde vives?
Ainda acreditas no Pai Natal.
Abre os olhos prá vida!
Foste tu que pediste comentarios... este é o meu...

 

Blogger BiPri said ... (quarta-feira, 06 julho, 2005) : 

Oh Real,

Sabes que há uma coisa chamada jurisprudência?
E uma outra chamada indemnizações?
E outra ainda chamada "quem tem cu tem medo"?

Vá lá, deixa a malta sonhar um bocadinho com um mundo mais justo. Além de que a questão aqui é a de tentar elevar ao máximo a fasquia do alcance do resultado proveniente de uma decisão positiva por parte do tribunal ou do Provedor de Justiça. Só tentando saber TUDO o que poderá acontecer é que se podem tomar as decisões que consideramos mais acertadas na certeza de que verificámos todas as variáveis - excluíndo assim as desatenções ou esquecimentos que por vezes deitam tudo a baixo.

E nesta questão do acesso à OA eu não quero deixar escapar NADA e quero pedir TUDO aquilo a que a razão diz que tenho direito. E, por extensão, TODOS temos direito!

"O sonho comanda a vida" e outras poesias que tais...

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 08 fevereiro, 2010) : 

examples virtue beattie consortium doubles conflict motto thank anand gambia utterance
lolikneri havaqatsu

 

post a comment