sábado, julho 23, 2005

A VIOLAÇÃO DOS ESTATUTOS | ORDEM DOS ARQUITECTOS


A VIOLAÇÃO DOS ARTIGOS 18º, ALÍNEA D) DO ESTATUDOS.O.A.


O R.I.A actual R.A. padece de inúmeras irregularidades orgânico-formais relacionadas com uma deficiente técnica jurídica usada quer quanto ao processo quer quanto à forma como aquele regulamento veio a ser aprovado e suspenso para, mais tarde, a sua vigência vir a ser novamente restabelecida, através da Assembleia Geral de 06 de Junho de 2002..

No que toca à distribuição interna da competência para a edição das normas relativas ao acesso à profissão, o Estatuto da Ordem dos Arquitectos é omisso, não existindo tal habilitação regulamentar específica. Na verdade, não existe sequer previsão expressa de competência residual, susceptível de colmatar esta lacuna.

Estas lacunas respeitantes ao âmbito das competências internas da Ordem dos Arquitectos são relevantes pois vieram a repercutir-se na própria legalidade “orgânica” do R.I.A..

Com efeito, a assembleia geral deveria ter sido ouvida antes da aprovação do R.I.A em 12 de Fevereiro de 2000, através da 13ª reunião plenária do Conselho Directivo Nacional, não obstante toda a polémica que o envolveu e que se encontra descrita na respectiva acta, na qual se dá razão a alguns dos pontos alegados na presente acção .

De facto, nos termos do artigo 18, d) do E.O.A.- estabelece-se ser da competência do Conselho Directivo Nacionalzelar pelo respeito e cumprimento do Estatuto e elaborar os regulamentos internos necessários à sua execução e à prossecução dos fins institucionais da Ordem, ouvidos os órgãos competentes” .
Ou seja,

Tal preceito refere-se expressamente “ouvidos os órgãos competentes” que neste caso nunca poderá deixar de ser a própria assembleia geral.
Com efeito, nos termos da alínea h) do nº8 do artº14 do E.ºA é à Assembleia Geral que compete pronunciar-se sobre todos os problemas de carácter profissional.


No caso em apreço, a situação ainda é mais grave, porquanto o Conselho Directivo Nacional não só não ouviu a Assembleia Geral, como inclusive, contrariou uma moção totalmente contrária à aplicação do R.I.A

Acresce que a assembleia geral extraordinária da Ordem dos Arquitectos de 18/07/2000 aprovou por maioria uma moção que expressamente preconizava a necessidade de maior discussão e definia inclusivamente procedimentos próprios a adoptar.

Nessa deliberação expressamente se refere queTanto o documento RIA, provas de admissão como o guia para apresentação de candidaturas à acreditação enfermam de grave e exacerbado academismo contrariando a vertente estatutária que obriga a privilegiar a vertente profissionalizante nas acções e objectivos da Ao.” (Cfr. Acta da assembleia extraordinária da Ordem dos Arquitectos de 18/07/2000).
Concluindo-se aí pela “suspensão temporária das limitações de acesso à AO (…) promoção urgente da continuação do debate (….) apresentação do processo completo para ser sujeito a sufrágio alargado a toda a classe numa assembleia-geral específica a marcar para o efeito.”

Ou seja, sucede algo de muito curioso: O Conselho Directivo Nacional foi quem aprovou o R.I.A., sem consultar a Assembleia Geral. Mas a Assembleia Geral já tem poderes para suspender o R.I.A., no que é um reconhecimento tácito que a mesma Assembleia deveria ter sido consultada e não foi.

Comments on "A VIOLAÇÃO DOS ESTATUTOS | ORDEM DOS ARQUITECTOS"

 

Anonymous Anónimo said ... (sábado, 23 julho, 2005) : 

VIVA O CORPORATIVISMO DA ORDEM DOS ARQUITECTOS PORTUGUESA

VIVA O CORPORATIVISMO DA ORDEM DOS ARQUITECTOS PORTUGUESA

VIVA O CORPORATIVISMO DA ORDEM DOS ARQUITECTOS PORTUGUESA

VIVA O CORPORATIVISMO DA ORDEM DOS ARQUITECTOS PORTUGUESA

VIVA O CORPORATIVISMO DA ORDEM DOS ARQUITECTOS PORTUGUESA

A VERGONHA DO PAIS !!!!!!!!!!!!!

A LUTA CONTINUA ATÉ AO FIM DOS QUE QUEREM PODER SEM PODER

 

Anonymous CSI: said ... (sábado, 23 julho, 2005) : 

É isso mesmo a OA aprovou o regulamento de admissão sem sequer o levar à assembleia geral, no entanto era obrigatório te-lo feito é mais uma ilegalidade da ORDEM DOS ARQUITECTOS PORTUGUESA.

ISTO É UMA VERGONHA,

FIM AOS interesses corporativos da OA

NÃO Á DISCRIMINAÇÃO DOS LICENCIADOS

 

Anonymous zekinha said ... (sábado, 23 julho, 2005) : 

Não resisto a pegar no Manifesto Anti-Dantas de José de Almada-Negreiros e com uma enorme vénia fazer algumas adaptações (muito poucas) e vejamos o que dá:


BASTA PUM BASTA

UMA CLASSE PROFISSIONAL, QUE CONSENTE DEIXAR-SE REPRESENTAR POR UMA ROSETA É UMA CLASSE PROFISSIONAL QUE NUNCA O FOI! É UM COIO DE INDIGENTES, DE INDIGNOS E DE CEGOS! É UMA RESMA DE CHARLATÃES E DE VENDIDOS, E SÓ PODE PARIR ABAIXO DE ZERO!
ABAIXO A CLASSE!
MORRA A ROSETA, MORRA! PIM!
UMA CLASSE PROFISSIONAL COM UMA ROSETA A CAVALO É UM BURRO IMPOTENTE!
UMA CLASSE PROFISSIONAL COM UMA ROSETA À PROA É UMA CANOA EM SECO!
A ROSETA É UMA MAGANA!
A ROSETA É MEIA MAGANA!
A ROSETA SABERÁ GRAMÁTICA, SABERÁ SINTAXE, SABERÁ MUDAR DE CAMISOLA POLÍTICA, SABERÁ MUDAR AS FRALDAS AOS NETOS, SABERÁ TUDO MENOS SER PRESIDENTE DA ORDEM DOS ARQUITECTOS QUE É A ÚNICA COISA QUE ELA FAZ!
A ROSETA PESCA TANTO DE ARQUITECTURA COMO EU DE UM LAGAR DE AZEITE!
A ROSETA É UMA HABILIDOSA!
A ROSETA VESTE-SE MAL!
A ROSETA TEM OS DEDOS DOS PÉS TORTOS!
A ROSETA É A ROSETA!
A ROSETA É HELENA!
MORRA A ROSETA, MORRA! PIM!
A ROSETA FEZ UM RIA QUE TANTO O PODIA SER, COMO UM RA, UM RE, UM RI, UM RO, UM RU, OU UM PASTEL DE NATA!
E A ROSETA TEM APOIANTES! E A ROSETA VAI PARA A FRENTE! E A ROSETA ESTÁ ORGULHOSA! E NINGUÉM FAZ PARAR A ROSETA!
A ROSETA É UMA MAGANA!
NÃO É PRECISO DAR ENTREVISTAS E CONFERÊNCIAS DE IMPRENSA PARA SE SER PANTOMINEIRO, BASTA SER PANTOMINEIRO!
NÃO É PRECISO DISFARÇAR-SE PARA SE SER SALTEADOR, BASTA SER UM PRESIDENTE DA OA COMO A ROSETA! BASTA NÃO TER ESCRÚPULOS NEM MORAIS, NEM ARTÍSTICOS, NEM HUMANOS! BASTA ANDAR COM AS MODAS, COM AS POLÍTICAS E COM AS OPINIÕES! BASTA USAR O TAL SORRISINHO, BASTA TER UNS OLHOS MEIGOS E DIZER QUE ESTÁ MUITO PREOCUPADA COM TODA ESTA SITUAÇÃO! BASTA SER JUDAS! BASTA SER ROSETA!
MORRA A ROSETA, MORRA! PIM!
A ROSETA NASCEU PARA PROVAR QUE NEM TODOS OS QUE SÃO ARQUITECTOS SABEM PROJECTAR!
A ROSETA É UMA MÁQUINA QUE DEITA CÁ PARA TUDO FORA O QUE A GENTE JÁ SABE QUE VAI SAIR, ACREDITAÇÕES, RECONHECIMENTOS, EXAMES… MAS É PRECISO DEITAR DINHEIRO LÁ PARA DENTRO!
A ROSETA É UM PROJECTO DELA PRÓPRIA!
A ROSETA COMO ARQUITECTA NEM CHEGA A PÓLVORA SECA E EM TALENTO É PIM-PAM-PUM!
A ROSETA NUA É HORROROSA!
A ROSETA CHEIRA MAL DA BOCA!
MORRA A ROSETA, MORRA! PIM!
A ROSETA É O ESCARNEIO DA CONSCIÊNCIA! SE A ROSETA É PORTUGUESA, EU QUERO SER ESPANHOL!
A ROSETA É A VERGONHA DOS ARQUITECTOS PORTUGUESES! A ROSETA É A META DA DECADÊNCIA MENTAL! A ROSETA ESTÁ ESCLEROSADA!
E AINDA HÁ QUEM NÃO CORE QUANDO DIZ ADMIRAR A ROSETA!
E AINDA HÁ QUEM LHE ESTENDA A MÃO!
E QUEM LHE LAVE A ROUPA!
E QUEM TENHA DÓ DA ROSETA!
E AINDA HÁ QUEM DUVIDE DE QUE A ROSETA NÃO VALE NADA, E QUE NEM É INTELIGENTE, NEM DECENTE, NEM ZERO!
CONTINUE A ROSETA A SER PRESIDENTE DA ORDEM QUE AINDA APANHA UMA ESTÁTUA, E UMA EXPOSIÇÃO DE MAQUETES PARA O SEU MONUMENTO ERIGIDO POR SUBSCRIÇÃO NACIONAL, E A TRAVESSA DO CARVALHO MUDADA EM TRAVESSA DA ARQUITECTA HELENA ROSETA!
E COM FESTAS DA CIDADE PELOS ANIVERSÁRIOS, E SABONETES EM CONTA “HELENA ROSETA”, E PASTAS ROSETA PRÓS DENTES, E GRAXA ROSETA PRÁS BOTAS, E COMPRIMIDOS ROSETA PRÁS DIARREIAS E MALES INTESTINAIS, E AUTOCLISMOS ROSETA, E ROSETA, ROSETA, ROSETA, …E PIZZAS ROSETA, E TELENOVELAS ROSETA NA TVI.
E FIQUE SABENDO A ROSETA QUE SE UM DIA HOUVER JUSTIÇA EM PORTUGAL TODO O MUNDO SABERÁ QUE O AUTOR DA PALA É A ROSETA QUE NUM RASGO MEMORÁVEL DE MODÉSTIA SÓ CONSENTIU A GLÓRIA DO SEU PSEUDÓNIMO SIZA.
E FIQUE SABENDO A ROSETA QUE SE TODOS FOSSEM COMO EU, HAVERIA TAIS MUNIÇÕES DE MANGUITOS QUE LEVARIAM DOIS SÉCULOS A GASTAR.
MORRA A ROSETA! MORRA! PIM!

Como vêm, a actualidade que certos textos possuem, e que com pouquíssimas mudanças mantêm.

 

Anonymous Rabbeinu Yeshua Melech HaMashiach Adoneinu said ... (sábado, 23 julho, 2005) : 

לשובו בקרוב של המשיח. אפילו הקהילה היהודית המסורתית רוצה משיח עכשיו. אנחנו רואים את הסיסמאות שלהם: "רוצים משיח עכשיו" או "היכונו לביאת המשיח" מופיעות כמדבקות על מכוניות ובדברי דפוס שונים. ניתן לומר שכל המאמינים בישוע, יהודים ולא יהודים, וכן הקהילה היהודית הלא משיחית רוצים משיח עכשיו; האם זה כך באמת

 

Anonymous Anónimo said ... (sábado, 23 julho, 2005) : 

Rabbeinu tens toda a razão :)

Se queres entrar na Ordem em Portugal convem falares e escreveres Portugues.

Olha se a Ordem dos arquitectos te convidar a ir fazer algum exame não vás porque é ilegal, se fores leva uma bomba e acaba com aquela me_da toda, mata aqueles grandes filhos da pucara todos, esses corporatistas de me_dA que só servem para estagnar o Pais, e defender os seus próprios interesses pessoais.

Helena Roseta é uma pessoa arrogante atrevo-me a dizer que é uma nazi nao devia ocupar o cargo por ser uma pessoa mesquinha e sem principios.

ESTA SENHORA NÃO TEM PRINCIPIOS DEMOCRÁTICOS, É UMA NAZI

NÃO Á DISCRIMINAÇÃO DOS LICENCIADOS

 

Anonymous Anónimo said ... (sábado, 23 julho, 2005) : 

Fizemos um curso devidamente homologado pelo Estado Português; um curso que cumpre a Directiva Comunitária, um curso que é reconhecido pela Ordem.
No entanto, há 4 anos que a Ordem brinca com a nossa vida!
Usando as prerrogativas da lentidão da justiça, enquanto viola, deliberadamente, Leis do Estado, Estatutos e Regulamentos, com o único objectivo de abrir a porta a uns (os amigos)e fechar a porta a outros.
Quatro anos sem poder trabalhar significa FOME!

A ORDEM QUER MATAR-NOS À FOME!

A presidente Helena Roseta, recentemente agraciada com a comenda da Ordem da Liberdade, pessoa que participou na Constituição da República Portuguesa, deputada parlamentar, presidente de câmara etc., etc., pode dizer-se que pertence ao conjunto das pessoas mais bem informadas do país. Isso dá-lhe dupla, tripla..., responsabilidade na discriminação e atentado à liberdade dos outros que, prepotentemente e à margem da lei, está a exercer.

A ORDEM QUER MATAR-NOS À FOME!

 

Anonymous Anónimo said ... (domingo, 24 julho, 2005) : 

Isto é sem duvida uma situação insustentável e vergonhosa, Portugal tem ordens profissionais simplesmente para vedar a entrada de novos licenciados no mercado de trabalho, e ponto final, veja-se o loby da ordem dos médicos, PORTUGAL NÃO TEM MÉDICOS E OS QUE TEM SÃO CAROS, a maioria dos dos licenciados com profissões liberais está a ser-lhes retirada a tal liberdade, é deplorável que as ordens profissionais actuem de forma leninista e procurem tentar vedar a entrada a novos licenciados e procurar o status perdido na liberdade de Portugal, eles querem ver regressar esse status ao tal grupo .

Eu não como grupos por isso APOIO todos os licenciados que lutam por por esta causa.

TENHO PENA QUE IGUALDADE DA NOSSA CONTITUIÇÃO SEJA POR DIVERSAS VEZES ALVO DE INTREPRETAÇÕES INDIVIDUAS DE PESSOAS ARROGANTES E INCULTAS.

 

Anonymous Anónimo said ... (domingo, 24 julho, 2005) : 

Já agora:

-Falou-se nos médicos. A restrição ao curso de medicina tem levado a que não haja médicos (licenciados nas Universidades portuguesas ) para suprir as necessidades de vagas nos hospitais e serviços particulares. Para preencher essas vagas é necessário recorrer a médicos formados em universidades estrangeiras, russos, cubanos, espanhóis, etc, enquanto que os nossos jovens com vocação para a área da saúde têm que se ficar por um curso médio de técnico de uma área especializada de saúde.

- Com os licenciados em arquitectura a situação parece encaminhar-se para o mesmo, ou seja, enquanto que nós não podemos exercer a profissão de Arquitecto, para a qual nos preparámos académicamente, qualquer cidadão de um dos actuais 25 países, que actualmente forma a CEE, pode chegar cá e ser arquitecto.

- Se o 73/73 for revisto e realmente provocar um aumento de trabalho para os arquitectos, se esse facto for publicitado a nível Comunitário, então assistiremos a uma invasão de profissionais de outros paises, tal como no caso dos médicos, que como são excedentários noutros paises vêm para cá preencher as vagas que poderiam ser preenchidas por cidadãos nacionais se não lhes tivessem impedido a entrada na profissão.

NÃO DESCANSAREMOS ENQUANTO NÃO VERMOS OS NOSSOS DIREITOS RECONHECIDOS.

ABAIXO A DISCRIMINAÇÃO.

QUEM FOR RESPONSÁVEL DEVERÁ PAGAR PELOS SEUS ACTOS.

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Epá, atenção aí a quem fala sobre outras classes profissionais, como os médicos.

É preciso ver que todas as profissões têm as suas características particulares, assim como o ensino que procura dar as ferramentas para se aceder a essas mesmas profissões. E que as próprias ordens profissionais têm pequenas-grandes diferenças que... fazem toda a diferença! Como por exemplo uma lei criadora que autoriza a colocação de restrições ao acesso à profissão!

Não se confundam alhos com bugalhos!

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

As ordens profissionais servem unicamente para barrar a entrada a novos licenciados e ponto.

Corporativismo e lobis à mistura,

é uma vergonha as ordens deviam acabar outra vez tal como aconteceu no passado pelas mesmas razões, e digo-te que já estiveram mais longe.

Viva a Europa e o Processo de Bolonha

AS ORDENS SÓ TÊM QUE ADMITIR PESSOAS COM A DEVIDA FORMAÇÃO O RESTO É INVENTADO PARA EXTURQUIR DINHEIRO AOS LICENCIADOS.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Caro Zekinha

Afaste-se dos arquitectos porque nós NÃO o queremos entre nós.
Espécimes do seu género talvez para ordenhar vacas.

Caro Rabbeinu
Adorei o seu texto. Isso é que é falar. Quando não há nada de interessante o melhor é falar estrangeiro.

Caro anónimo

Acontece que arquitectos há em demasia e médicos faltam.


Estes comentários estão cheios de injúrias, violência e estupidez... quem os fez, quem são estes anónimos medrosos?

Ó licenciados, ainda têm assuntos para falar?

Cumprimentos

 

Anonymous paulo said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Ò valha-nos deus, tu também és dos anónimos medrosos!
E parece que te picaste desta vez valentemente. Ainda bem que te serviu a carapuça!

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Ó valha-nos Deus:

Já em blogs anteriores comentei as tuas intervenções provocatórias e infelizes.

Porta-te como um homenzinho e faz criticas construtivas. Queres defender os interesses da Ordem, pois então defende, mas defende com argumentos.

Já também antes te disse que é pena que pessoas consigam tirar um curso universitário e depois se exprimam como tu, quando existe tanta gente, com vontade e interesse que não teve possibilidades económicas de aceder à instrução e à cultura, e que certamente teriam feito outro aproveitamento dos conhecimentos adquiridos.

 

Anonymous CSI: said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Eu sinceramente já tinha saudades do Valha-nos Deus .

Onde tens andado rapaz nunca mais apareceste por aqui.

Porta-te como um homenzinho e faz criticas construtivas, eu tb já te tinha dito e tu não ligas maroto.

Cumprimentos para si senhor

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Estes comentários estão cheios de injúrias, violência e estupidez...

És mesmo tapadinho e inculto

 

Anonymous Anónimo said ... (segunda-feira, 25 julho, 2005) : 

Caro Valha-nos Deus

Você assumiu-se como o rosto da Ordem.
Quem lê os seus comentários não necessita de mais para perceber o tipo de doutrina que aí vai.

O motivos da contestação e as acusações que vos são dirigidas são muito graves. No entanto, as únicas expressões com que justificam a discriminação que estão a exercer são:

"Tem de haver sempre vítimas"
"Já há arquitectos a mais"
"Não podem entrar todos"
"Se o Estado não resolve tem de ser a Ordem a resolver"

Para pessoas que proferem este tipo de expressões como único argumento de defesa das ilegalidades que praticam em representação de uma instituição de direito público, acha que é tolerável?

A Ordem não é propriedade de meia duzia, nem tão-pouco um clube ou uma sucursal de qualquer grupo (espero que me entenda).

 

Anonymous Anónimo said ... (terça-feira, 26 julho, 2005) : 

É NORMAL UMA ORDEM SOFRER PRESSÕES. NO ENTANTO NÃO É NORMAL UMA ORDEM IMPEDIR A INSCRIÇÃO DE LICENCIADOS EM ARQUITECTURA COM BASE EM QUE JÁ EXISTEM MUITOS ARQUITECTOS.

Se apreciarmos as vagas de 2002/3/4, constatamos que neste período, em 6260 vagas para arquitectura 2784, foram preenchidas pelo grupo da U. Lusíada. Ou seja num universo de 22 Universidades 44% do total de vagas são preenchidas por uma Universidade com 3 pólos ( Lisboa, Porto, e Vila nova de Famalicão )

Em termos de MÉDIA ANUAL: - U. Lusíada de Lisboa teve 452
- U. Lusófona de Lisboa teve 133
- U. Moderna de Lisboa teve 85
- A minha teve cerca de 20 vagas anuais

A MINHA UNIVERSIDADE NÃO É ACREDITADA E COMO FOI A QUE TEVE MENOS VAGAS, CERTAMENTE É POR ISSO QUE, EU E OS MEUS COLEGAS LICENCIADOS, VAMOS POR EM CAUSA O EQUILÍBRIO ENTRE A OFERTA E A PROCURA DO MERCADO DE TRABALHO.

Sejamos sérios. Se eu morar perto de uma universidade cujos alunos sejam marginalizados pela Ordem, impedindo-lhes a inscrição na OA e SE SOUBER DE UMA DETERMINADA UNIVERSIDADE ONDE OS ALUNOS TÊM CERTAS FACILIDADES PARA ENTRAR DIRECTAMENTE, ONDE É QUE VOU INSCREVER O MEU FILHO?

Fala-se de corporativismo. O problema é que existem dúvidas se o corporativismo da OA será para defender os arquitectos ou se terá outras intenções mais escondidas, como por exemplo os interesses de certas universidades. Serão estas as tais pressões e os tais “lobbies” sobre a Ordem, de que alguém anteriormente falava?

Os números acima apresentados estão ao dispor na Internet. Uma análise atenta pode evidenciar muita coisa. Por exemplo, sem estarem na directiva porque é que certos cursos prosperaram, enquanto que noutros, nas mesmas condições em relação à directiva, os alunos encontram-se há vários anos licenciados mas não inscritos na AO, tendo mesmo alguns feito dois exames.

Como dizem os espanhóis:

-Não acredito em bruxas, mas que las ay, ay.

 

Blogger BiPri said ... (terça-feira, 26 julho, 2005) : 

Será que o Valha-nos Deus sabe quem foi o Almada?...

Almada - 2 : Negreiros - 0

É engraçado como alguns textos se mantêm actuais. Como o "Manifesto Anti-Dantas", de José de Almada-Negreiros.

Aconselho também "O Príncipe", do Maquiavel. Para quem quiser aprender as artes da política e do domínio dos inimigos.

Diogo.

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (terça-feira, 26 julho, 2005) : 

Caro Bipri

A sua cultura transcende-me. Provavelmente voçê será o único culto deste pequeno blog.

Na primeira década do século passado eu já estava vivo. E voçê?

Enquanto escrevem não têm tempo para ganhar a experiência que vos permitirá entrar na OA.
Trabalhem mais e blogem menos.

Eu já tenho idade para ter tempo para estas coisas.

Cumprimentos

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (terça-feira, 26 julho, 2005) : 

Raios e curiscos ... e lá estou eu com a minhs dislexia ...

 

Anonymous I LOVE HELENA said ... (terça-feira, 26 julho, 2005) : 

Pah o zequinha escrve que se farta

MORRA A ROSETA! MORRA! PIM! também n é preciso exagerar, n matem a senhora, ela só precisa de carinho,sexo, amor, amigos, e fraternidade.

HELENA AMO-TE E TÁS PERDOADA

 

Anonymous paulo said ... (terça-feira, 26 julho, 2005) : 

velho sr. valha-nos deus:
está mesmo caduco!
Por isso não admira que escreva essas barbaridades!

 

Anonymous Valha-nos Deus said ... (quarta-feira, 27 julho, 2005) : 

Jovem Paulo

Desculpa lá mas tenho que ir dormir.
Chame a sua mãe para lhe dar o biberão.

Cumprimentos e bom óó

 

Anonymous paulo said ... (quarta-feira, 27 julho, 2005) : 

valha-nos deus:
Já nem merece que o trate por Sr:
tenha o bom senso de não se referir a pessoas que não conhece de lado nenhum (sem saber sequer se essas pessoas ainda existem ou não).
Fique calado, ou desapareça, porque já vi que se picou.

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 27 julho, 2005) : 

E experiência para ser Presidente da OA? Será que é preciso ter? Ou é um daqueles requisitos opcionais que até nem são muito importantes?

Ainda está aberta a caça à obra arquitectónica da ARQUITECTA (?) Helena Roseta? É que não cnheço nada projectado por ela. Projectado, aprovado e construído! Será que alguém consegue abolir esta minha grave lacuna cultural?

;)

 

Anonymous Anónimo said ... (quarta-feira, 27 julho, 2005) : 

Não se consegue encontrar aquilo que não existe.

E é gente desta laia que está a defender os interesses da Arquitectura?

NINGUÉM PODE DEFENDER AQUILO QUE NÃO CONHECE. O RESULTADO ESTÁ À VISTA.

A ARQª. DEFENDE OS INTERESSES DOS LOBBIES QUE LHE ABRIRAM O CAMINHO PARA O LUGAR. É CLARA QUE NÃO OS PODE DESILUDIR.

Se não tem obra planeada ou realizada, será licito usar a designação de "arquitecta"?

 

post a comment