quinta-feira, março 23, 2006

RESPOSTA FAVORÁVEL DO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DO ENSINO SUPERIOR

No passado 21 de Dezembro de 2005, o Gupo Parlamentar do Bloco de Esquerda realizou um requerimento ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, a respeito do sistema de admissão à OA e a propósito da exposição que a APELA apresentou.

A resposta do Ministério da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior ao requerimento realizado pelo grupo parlamentar do Bloco de Esquerda foi disponibilizada hoje pela a APELA .

No documento pode ler-se que "a não admissão a estágio de licenciados provenientes de cursos devidamente homologados pelo Governo, mas não reconhecidos ou acreditados pela Ordem, é contrário ao princípio da igualdade e carece de base legal."

Pode ainda ler-se que "Não procede o argumento de que tal sistema [de admissão] se baseia na «Directiva Arquitectos», uma vez que esta não dispôe sobre o acesso nacional à profissão."

É mais uma resposta positiva às acusações de ilegalidade e inconstitucionalidade que os estudantes e licenciados em arquitectura têm vindo a realizar desde 2000.

Requerimento BE 28.12.2005

Resposta do M.C.T.E.S 14.03.2006


Comments on "RESPOSTA FAVORÁVEL DO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DO ENSINO SUPERIOR"

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Todos dão razão aos licenciados, mas no final a ordem não dá o braço a torcer. Deve ser suberana!!! Parece-me fundamental que seja organizada uma mega manifestação, no sentido de tornar o assunto mais público. Isto é urgente...

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

A chefe da maçonaria feminina portuguesa (Helena Roseta) continua a ter muita força e as costas bem quentes...

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

não é maçonaria, é da rosa cruz

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

...dai os grandes contactos e as forças de bloqueio.... governo, provedor de justiça, universidades, etc......

...porquê deste silêncio ensurdecedor?

tem tudo haver com com as secretas!!

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Mas que País mais triste, parece mentira mais logo até o PAPA nos dá razão e a menina helena não cede, é mesmo torta...coitada deve ser uma senhora bastante frustada e quer que nós nos tornemos como ela.

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

É fazer uma queixa colectiva... A APELA que faça circular pelos licenciados uma queixa que isto resolve-se...

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

COMO É PESSOAL E A RECOLHA DAS ASSINATURAS....VAMOS POR MÃOS À OBRA.

AI ESTÁ ALGO QUE ESTÁ NAS NOSSAS MÃOS...VAMOS DEIXAR DE TANTA RETÓRICA E PASSAR À ACÇÃO!!

ISSO VAI OBRIGAR AO DEBATO NO PLENÁRIO DA ASSEMBLEIA DA RÉPÚBLICA...LOGO PODE SER QUE DEIXEM DE MANDAR "CARTNHAS" UNS AOS OUTROS NO GOVERNO E GRUPOS PARLAMENTARES E TENHAM QUE ASSUMIR PERANTE A NAÇÃO AS SUAS RESPONSABILIDADES!!

A PARTIR DAÍ NINGUÉM MAIS PODERÁ IGNORAR O CASO, SENDO QUE NÃO SERÃO SÓ ALGUNS DEPUTADOS OU COMISSÕES Q TERÃO CONHECIMENTO!!

TODOS TERÃO CONHECIMENTO!!

ESTÁ NAS NOSSAS MÃOS!!

MOSTREM AGORA O QUE VALEM!!

PASSEMOS À PRÁTICA!!

FORÇA PESSOAL.........

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Assinaturas, eu já tenho duas centenas. Dentro de quinze dias enviarei as mesmas à APELA.

 

Anonymous Xelb said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

"O A deu conta ao JN de alguma surpresa, dado o MCTES lhe ter enviado "em Fevereiro uma informação sobre Acreditação e Reconhecimento de cursos que não refere, em lado algum, aquilo que foi respondido ao requerimento do Bloco de Esquerda".
(JN de 24/3/06)

Do que é que estes senhores precisam mais para, enfim, desistirem das parvoíces?

Continuam a fingir surpresas, a olhar para o lado com que objectivo?

Inclusive, já aceitaram cinco ou seis colegas nossos como membros efectivos da ordem, oriundos de uma faculdade reconhecida, após a aprovação do relatório de estágio.
Istoé o far oeste sem lei, a bandalheira é total, eles já não sabem mais o que fazer para nos impedir de entrar.

O mais engraçado é que neste momento estão numa posição tal, que qualquer que seja o movimento que façam ainda se enterram mais.

É uma situação de xadrez típica:
Rei contra Dama e Rei... por mais que tente fugir, acabará por levar xeque-mate.
Só que os jogadores inteligentes desistem muito antes de se chegar a este ponto...

A única saída para estes senhores parece-me ser mesmo essa:
Demissão em bloco.

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Estes tais senhores já demonstraram ser completamente incapazes de resolver o que quer que seja dentro da lei, do bom-senso e da responsabilidade. Apenas, porque só conhecem o outro lado: o da vigarice, da mafia e das influências perversas.

Estão a agir com todas as características de uma quadrilha!

Afrontam os juristas, o Provedor de Justiça, O Ministério das Obras Públicas, o Ministério da Ciência e Ensino Superior, as Comissões Parlamentares da Assembleia da República, o Presidente da Assembleia da República, o Ministério Público...

Quem são estes senhores?

De onde lhes vem tal poder???

NÃO HÁ QUEM PONHA TERMO A ISTO???

Razão tem o prof. Vital Moreira: «quando o Estado é fraco, as corporações tomom conta dele»

Mas iremos resistir até ao fim; cada dia, mais do que nunca!!!!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Mais uma vez, quem se preocupa e quem defende os arquitectos (leiam-se jovens ou não), são os próprios. Os eleitos, e friso eleitos, representantes dos Arquitectos Portugueses defendem não se sabe bem o quê. Pergunto eu:
"Defenderão eles interesses instalados relacionados com a escravidão dos mais jovens, desculpando-se com um estágio que eles (também eu) nunca tiveram necessidade de fazer?"
"Será moralmente legal mudar de "empregados" anualmente, quem ganha?"
"Será que quem dá dinheiro a ganhar não merece nenhuma compensação, excepto "aprender?"
"A qualidade da Arquitectura em Portugal melhorou, ou melhorará?"
"Que perguntas faço eu, serei só curioso?"

Marco Carneiro, Arquitecto

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Pelos vistos, os eleitos, leia-se a actual direcção da OA, sabem muito bem o que estão a defender, ou seja,
OS 477 MIL EUROS PROVENIENTES DO ACTUAL SISTEMA DE ADMISSÃO - ILEGAL
mais
OS 3 MILHÕES DE EUROS PROVENIENTES DAS QUOTAS DOS MEMBROS QUE ESTÃO CÁ FORA A TRABALHAR
mais
OS 208 MIL EUROS DE JÓIAS
mais
OS 23 MIL EUROS DE CERTIDÕES, REGISTOS E DECLARAÇÕES
mais
PUBLICIDADE, PATROCÍNIOS, EDIÇÕES, SUBSÍDIOS...

Só não vê quem não quer ver...!!

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

mais
OS 800 MILHÕES DE EUROS PROVENIENTES DO SISTEMA DE RECONHECIMENTOS E ACREDITAÇÕES


Nota: A maior parte desta verba é paga à Ordem pelas universidades públicas (Estado) para que a OA (Entidade pública, com poderes do Estado)lhes reconheça e acredite cursos que o próprio Estado já reconheceu e acreditou.

ISTO É A MAIOR FRAUDE DE TODOS OS TEMPOS

Como podem as universidade negar condições de ensino aos seus estudantes alegando falta de verbas quando ILEGALMENTE e INDEVIDAMENTE estão a pagar MILHÕES DE EUROS à OA por uma fraude????????

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Fraude e das grandes, exactamente, o pessoal anda a trabalhar para dar ordenados de 8 mil contos , vão trabalhar e deixem trabalhar seus mafiosos !!

 

Anonymous Anónimo said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

"OS 800 MILHÕES DE EUROS PROVENIENTES DO SISTEMA DE RECONHECIMENTOS E ACREDITAÇÕES"

Rectificação: 800 MIL EUROS

 

Anonymous HAS said ... (sexta-feira, 24 março, 2006) : 

Infelizmente não é só a "DES"Ordem dos Arquitectos que usa este tipo de descriminação, para um licenciado em engenharia, com uma licenciatura não "acreditada" pela "DES"Ordem dos Engenheiros, tambem tem de se submeter a um exame e caso passe a esse mesmo exame terá um periodo de estagio

 

Anonymous arq! said ... (sábado, 25 março, 2006) : 

Relativamente aos engenheiros não se percebe tanta passividade (não se ouve falar nisto), são tantas as licenciaturas de engenharia que não estão acreditadas e que sofrem a discriminação por parte da OE.

Existe algum movimento ou associação relativamente a este acaso especifico da OE?

Querem um conselho organizem-se e aproveitem a carroagem que ai vem.

 

Anonymous Arquitecto roubado said ... (sábado, 25 março, 2006) : 

Previsão de Custos de Eleitos de 01-01-2006 a 31-12-2006



Maria Helena R. da Costa Salema Roseta Presidente CDN - 22.226,89 €

João Carlos Silva Afonso Secretário Nacional CDN - 40.861,81 €

A estes valores ainda há a acrecer ajudas de custo elevadas.

 

Blogger Rootler said ... (domingo, 26 março, 2006) : 

Parabéns pelo blog!

e já agora visitem o http://arquirrotura.blogspot.com/

 

post a comment